Um pastor evangélico no primeiro turno da eleição presidencial da Costa Rica

O pastor evangélico Fabricio Alvarado foi o mais votado no primeiro turno da eleição presidencial na Costa Rica, no domingo, 4 de fevereiro, e seguirá com sua cruzada anticasamento gay durante o segundo turno em 1° de abril.

De acordo com a apuração de 86,6% dos votos, Fabricio Alvarado, do Partido Restauração Nacional (evangélico), teve 24,78% dos votos, seguido do ex-ministro Carlos Alvarado (sem relação de parentesco com Fabricio), do partido no poder Ação Cidadã (centro), com 21,74%, ao final de uma campanha marcada pelo debate sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Como nenhum candidato obteve mais de 40% dos votos no primeiro turno, que teve uma forte participação dos eleitores (65,7%), um segundo turno ocorrerá em 1° de abril.

Colocado em terceiro lugar com 18,6% dos votos, ficou o ex-deputado Antonio Alvarez, 59 anos, do Partido Liberação Nacional (PLN, social-democrata).

A campanha foi dominada pela questão do casamento entre pessoas do mesmo sexo, à qual Fabricio Alvarado, deputado e pastor evangélico de 43 anos, se disse ferozmente contrário.

O tema tornou-se central a partir de 9 de janeiro, quando a Corte Interamericana dos Direitos do Homem, instituição procedente da Organização dos Estados Americanos (OEA), exortou os países da região a reconhecer o casamento gay: um grande passo na América Latina, onde os homossexuais sofrem frequentemente discriminação e violências.

Embora não vinculativo, esse apelo exerce uma pressão sobre as legislações locais.

 

‘Choque religioso’

Na Costa Rica, pequeno país da América Central conhecido como um porto de democracia e de estabilidade política, isso “provocou um choque religioso, o que repercutiu nas intenções de voto”, segundo o Centro de Pesquisa e Estudos Políticos (CIEP, na sigla francesa).

“A religião representou um papel muito forte nessa eleição”, acrescenta o analista político Carlos Chinchilla.

Para o cientista político Felipe Alpizar, diretor do CIEP, o apelo da Corte despertou a fibra conservadora dos costa-riquenhos, entre os quais dois terços (em torno de 65%) rejeitam conjuntamente o casamento homossexual, o uso recreativo da maconha, o Estado laico e o aborto, mesmo em caso de estupro.

“Talvez isso seja conjuntural (…) mas explica em grande parte o sucesso de Alvarado”, comenta Alpizar à Agência France Press (AFP).

Todavia, a incerteza prevaleceu até o final do escrutínio, com ainda 36,5% de indecisos poucos dias antes da votação, que teve 13 candidatos para suceder o centrista Luis Guillermo Solis. Os 57 deputados do Parlamento unicameral deviam também ser escolhidos no domingo pelos 3,3 milhões de eleitores.

Estudante de 20 anos exercendo sua obrigação eleitoral pela primeira vez, Nelia Araya declarou à AFP se sentir “um pouco nervosa” no momento de entrar na cabine de votação em San José.

Inquieta com o “discurso homofóbico”, ela relatou ter convencido “todos ao seu redor de votar para que não ganhasse um candidato que desejasse retirar os direitos das pessoas”, em uma clara referência a Fabricio Alvarado, que subiu nas pesquisas nas últimas semanas.

“Enfim, temos um candidato que compartilha nossos valores”, mencionou Delfina Reyes, professora aposentada aplaudindo Alvarado em sua seção eleitoral, saudando sua campanha centrada na defesa da “família” e dos “valores e princípios” cristãos.

No exterior, cerca de 32.000 costa-riquenhos foram chamados a votar, entre eles o goleiro do Real Madrid, Keylor Navas, cuja chegada ao consulado da capital espanhola provocou grande entusiasmo.

Até aqui, nesse pequeno país que vive do ecoturismo e é reputado como um dos campeões mundiais de energias renováveis, as preocupações dos eleitores giravam em torno da corrupção e da alta criminalidade, em um clima crescente do tráfico de drogas.

Reportagem publicada na versão on-line do jornal Libération, 4 de fevereiro de 2018 (Agência France Press).

Tradução de Luiz Morando.

Assinaturas-Luiz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s